Category Archives: Articulos

O mistério do coronavírus: hipóteses e certezas

(Roberto de Mattei, Dies Iræ, 29 aprile 2020)

Um quê de mistério continua a envolver o coronavírus, ou COVID-19, a doença infecciosa que, em poucos meses, se espalhou pelo mundo, assumindo as características de uma verdadeira pandemia. Sobre a natureza deste vírus, existem muitas hipóteses e poucas certezas.      leggi tutto

A mão de Deus e a mão dos homens

(Roberto de Mattei, Dies Iræ, 15 aprile 2020)

O cenário internacional da Primavera de 2020 é novo, inesperado e dramático. O que domina é a confusão porque ninguém pode dizer que sabe realmente o que aconteceu: de onde vem o Coronavírus, quando desaparecerá e como deve ser enfrentado. É certo, porém, que, no fundo deste cenário, continuam a combater-se na história duas cidades, Civitas Dei e Civitas diabuli: o seu fim é aniquilarem-se uma à outra. São as duas cidades de que fala Santo Agostinho: «Uma é a sociedade dos homens devotos, a outra dos rebeldes, cada uma com os anjos que lhe pertencem, em que de uma parte é superior o amor a Deus e da outra o amor próprio» (De Civitate Dei, liv. XIV, c. 13, 1). leggi tutto

Como São Carlos Borromeu afrontou a epidemia do seu tempo

(Roberto de Mattei, Dies Iræ, 29 aprile 2020)

São Carlos Borromeu (1538-1584), cardeal da Santa Igreja Romana e arcebispo de Milão, de 1565 a 1583, foi definido, no decreto de canonização, como «um homem que, enquanto o mundo lhe sorri com as maiores agruras, vive crucificado ao mundo, vive do espírito, rejeitando as coisas terrenas, procurando continuamente as celestes, imitando na terra, nos pensamentos e nas obras, a vida dos Anjos» (Paulo V, Bula «Unigenitus», de 1 de Novembro de 1610). A devoção aos anjos acompanhou a vida de São Carlos, que o conde de Olivares, Enrique de Guzmán y Ribera, embaixador de Filipe II em Roma, definiu como «mais anjo que homem» (Giovanni Pietro Giussano, Vita di San Carlo Borromeo, Tipografia da Câmara Apostólica, Roma 1610, p. 441). leggi tutto

Uma Páscoa que ficará na história

(Roberto de Mattei, Dies Iræ, 08 aprile 2020)

A semana da Páscoa de 2020 está destinada a ficar na história, pela sua natureza excepcional, como aquele dia de Fevereiro de 2013 em que Bento XVI anunciou a sua renúncia ao pontificado. Um misterioso fio condutor parece ligar estes dois acontecimentos. Liga-os o mesmo sentimento de vazio.   leggi tutto

O “cisne-negro” de 2020?

(Roberto de Mattei, Dies Iræ, 26 marzo 2020)

O cisne-negro (Cygnus atratus) é uma ave rara, originária da Austrália, que assume tal nome pela cor da sua plumagem. Nassim Nicholas Taleb, um analista financeiro, ex-trader em Wall Street, no seu livro O cisne-negro (The Black Swan: The Impact of the Highly Improbable, Random House, New York 2007), escolheu esta metáfora para explicar a existência de acontecimentos inesperados e catastróficos que podem perturbar a vida da comunidade.        leggi tutto

Novos cenários na era do coronavírus – O coronavírus é um castigo divino? Considerações políticas, históricas e teológicas

O tema da minha palestra é “Os novos cenários na Itália e na Europa com e após o coronavírus”. Não falarei sobre esse tópico do ponto de vista médico ou científico, pois não tenho competência nesses campos. Em vez disso, tratarei do assuntos sob outros três pontos de vista: do estudioso das ciências políticas e sociais; do historiador; e do ponto de vista do filósofo da história. leggi tutto

São Gregório Magno e o corona vírus do seu tempo

(Roberto de Mattei, Centro Dom Bosco, 15 marzo 2020)

Uma aura de mistério envolve o Coronavírus, ou Covid-19, do qual não sabemos a origem, os dados reais de divulgação ou as possíveis consequências. Contudo, o que sabemos é que as pandemias sempre foram consideradas na história como flagelos divinos e que o único remédio ao qual a Igreja se opunha a elas era a oração e a penitência. Isso aconteceu em Roma no ano de 590, quando Gregório, da família senatorial da gens Anicia, foi eleito Papa com o nome de Gregório I (540-604). leggi tutto